Lucia de Oliveira

[email protected]

Mulher sangra

8/3/2016, 5:04
1 minutos de leitura

Mulher sangra…
Sangra no corpo
Pela maternidade
Sangra na alma
Por piedade
Sangra nos olhos
De saudade
Sangra por aquilo
Que nunca viveu
Passou pelo mundo
Se esqueceu…
Delicada
Dedicada
Rosa perfumada
Esse sangue
Que tu jorras, mulher
Não é em vão
Te jogam no precipício
No hospício
Maus tratos é vício
Se esquecem
Dos sacrifícios
Dos artifícios
Dos ofícios…
Ressurges como silício
Os braços que lutam
São os mesmos que abraçam
E fazem dormir
A voz que grita
É a mesma que afaga
E faz sorrir
Mulher…
Tens a força de leão
Tens a voz da multidão
Não se contenta com não
Pai Nosso é a oração.

Lucia de Oliveira


[email protected]

Mais de Lucia de Oliveira


Leia também

Mais lidas

1
baixada fluminense

3

2
baixada fluminense

Notas de Três

3
baixada fluminense

BREU LAGO